Seja bem vindo!

Nutripontes

Home
Fique por Dentro

Como deve ser um cocho de creep feeding?

A nutrição do gado é um tema que exige muita atenção do pecuarista, pois ela está diretamente ligada aos lucros. É por isso que o creep feeding é uma técnica importantíssima para os pecuaristas que vivem da Cria ou ciclo completo. 

Contudo, essa técnica exige muita atenção na hora de planejar e manejar o cocho. Dessa forma, evita-se problemas relacionados à saúde e nutrição dos animais, melhorando o aproveitamento do produto e garantindo sua ingestão. Para ajudá-lo a entender melhor esse assunto, preparamos um artigo que vai explicar as vantagens dessa técnica, como o cocho deve ser feito e quais os erros que você deve evitar. 

O que é creep feeding?

O creep feeding é uma técnica que usa um cocho exclusivo para os bezerros, de modo a nutri-los e potencializar o peso ao desmame. Existem várias vantagens para esse sistema, o primeiro deles é tornar o desmame menos estressante para o bezerro, isso ajuda a evitar o baixo ganho de peso do animal. 

Ademais, o creep feeding também a ajuda a preservar a vaca pois gradativamente o bezerro fica mais presente no cocho e, na maioria das vezes, reduz a exigência nutricional de lactação da vaca. No rebanho, essa estratégia ajuda a tornar os animais mais uniformes em relação ao peso e, consequentemente, ao preço do mesmo. 

Já em relação às novilhas, o produtor verá que elas poderão gerar mais bezerros, pois a idade a primeira monta é reduzida — isso gera um aumento no número de bezerros na vida útil da vaca. 

As vacas também se recuperam mais rápido quando o bezerro vai mais ao cocho do Creep pois sobra mais nutrientes para a mãe recuperar escore. Isso aumenta o escore corporal e faz com que esses animais tenham mais chances de emprenharem.

Como deve ser o cocho de creep feeding?

Com tantas vantagens, é natural que os produtores desejem implementar o cocho de creep feeding. O primeiro ponto que precisa ser analisado é a localização desse cocho. Ele precisa ficar perto do cocho de sal mineral das vacas e o ideal é que fique ao lado. Assim, os bezerros irão encontrar o cocho de creep feeding ao seguirem as vacas quando elas forem lamber o sal mineral. 

Contudo, as vacas não podem ter acesso ao cocho de creep feeding, já que elas comeriam o suplemento e isso geraria danos à alimentação do bezerro e prejuízos ao produtor. 

Por isso, a altura da cerca deve variar entre 80 e 90 centímetros. Já a largura pode ser de cerca de 2 metros. Na parte de baixo da cerca, recomenda-se colocar um fio de arame liso ou uma proteção de madeira. Isso evita que a vaca entre no cocho de creep feeding se arrastando. 

O cocho da vaca deve ser elevado para evitar que o bezerro acesse ao produto da mãe. Se isso ocorrer o bezerro pode não se habituar ao Creep-Feeding e a técnica não funciona. Portanto, recomenda-se que o cocho fique a uma altura de 130 centímetros do solo que apoia os pés dos animais para garantir que só a mãe vai lamber o mineral.

O material usado na cerca pode variar entre madeira, arame liso com estacas ou metal. O mais importante é que ele seja resistente e que o produtor verifique se as dimensões estão corretas, permitindo que o bezerro entre e a vaca não. 

Qual o tamanho ideal do cocho de creep feeding?

A área de suplementação deve respeitar o tamanho do rebanho. Calcule 1,5 metro quadrado para cada bezerro. Se você tem vinte bezerros, o cocho de creep feeding teria 30 metros quadrados e assim por diante. 

Contudo, deve existir uma distância mínima de dois metros entre o cocho e a cerca. Isso é fundamental para garantir a movimentação dos animais dentro do local e fazer com que o maior número de bezerros consiga ter acesso ao suplemento. 

O espaçamento de cocho deve ser de no mínimo 5 centímetros por bezerro para que todos tenham acesso com revezamento. É importante que o cocho tenha uma cobertura que proteja contra chuvas com uma caída que evite molhar também em chuvas acompanhadas de rajadas de vento. O produto de Creep-Feeding é altamente perecível e se o mesmo molhar deve ser descartado imediatamente pois o consumo do produto pode reduzir bruscamente.

Como deve ser a limpeza do cocho?

A limpeza do cocho é relativamente simples. Deve-se evitar sobras de suplemento, pois elas podem atrair insetos e gerar doenças. O cocho deve ser escovado e lavado com frequência, evitando o acúmulo de saliva dos animais. Isso reduz às chances de contaminação biológica e criação de colônia de bactérias, por exemplo. 

Agora que você entendeu mais sobre cocho de creep feeding vale a pena estudar essa estratégia para ter ainda mais ganho com o seu rebanho. Como vimos, a instalação de um cocho é simples e os resultados dessa suplementação na produtividade é muito grande. Essa técnica pode ser usada por criadores de gado de qualquer raça, inclusive para aquelas que produzem menos leite o que impacta diretamente na nutrição do bezerro. 

Para ter sucesso com o creep feeding o produtor deve contar com produtos de qualidade, aditivos naturais que não agridem o animal, com o melhor custo e benefício e atratividade ao bezerro. A Fortuna Nutrição Animal pode ajudá-lo. Converse com a nossa equipe pelo WhatsApp e descubra como a nutrição adequada pode ser a sua maior aliada na pecuária!

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Veja também

Artigos
14 de janeiro
Curiosidades da raça Nelore
Se eu pedir para você fechar os olhos e imaginar um boi, é provável que …
Saiba mais
Artigos
14 de janeiro
Conheça os principais microminerais relacionados ao estresse animal
A pecuária é uma atividade dependente de fatores climáticos, mudanças extremas na temperatura podem afetar …
Saiba mais